quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Young

"Eu devo reconhecer que ninguém me conhece. Não realmente. Os que mais sabem não sabem da metade. Não deixo todos os segredos escaparem de mim, não mesmo. Uma delicadeza com os outros, eu diria, pois não quero assustar as pessoas com meu passado. Em especial aquelas que continuaram gostando de mim após o pouco que souberam. Mesmo porque aquela, que fez aquilo, nao está mais aqui. Eu sou literalmente outra."

2 comentários:

Deezer disse...

- My beautiful girl.

Agora entendo porque o meu "Irritando" Miss Dogma nunca deu certo.

Cícero Barbosa disse...

idéia bacana! de qual livro é?