sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Ressaca!

Carnaval de sentimentos

Numa rodada de erotismo

Meus cabelos voam com vento algum,

Meu coração ainda bate forte e,

No mesmo ritmo em que minha cabeça está latejando

Tentando não pensar…

Mas é tão bom não resistir!

Então não resisto

E agora estou frenética

Meu diafragma está tenso

Minha cabeça ainda dói

Estou resserenada…?

Não sei se a ressaca é minha ou sua

Já não me importa…

Se sou eu quem quer te puxar pra dentro de mim

Se é você quem sente a ressaca

Se sou quem mais tem medo

Se é você quem menos teme…

O que me importa agora?

A ressaca de seus beijos

A ressaca em seus olhos, sua boca…

A ressaca de estar ao seu lado


Miss Dogma!

Um comentário:

Renato Marinho disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.